top of page

WETLANDS BLOG

Conteúdos e eventos relevantes sobre a tecnologia wetlands construídos

  • Foto do escritorEquipe Wetlands

Wetlands construídos: uma solução inovadora para empresas comprometidas com a estratégia ESG

Confira 10 fatos que comprovam a sinergia entre os wetlands construídos e a estratégia ESG


O termo ESG (ou ASG, em português) representa o equilíbrio entre três pilares fundamentais: ambiental, social e de governança. Esses fatores são essenciais para medir a sustentabilidade de uma empresa e o impacto social que ela gera em nível global, tornando-se, por isso, extremamente relevantes.


No campo ambiental, são pautadas questões como: gestão de gases, uso da água e da energia, proteção de recursos naturais e da biodiversidade. Veja alguns tópicos embarcados nessa área:

  • Emissões de GEE

  • Consumo de energia e eficiência

  • Poluentes do ar

  • Uso e reciclagem de água

  • Produção e gestão de resíduos (água, sólidos, perigosos)

  • Impacto e dependência da biodiversidade e dos ecossistemas

  • Inovação em produtos e serviços amigos do ambiente

Para garantir que a empresa contribua para um mundo mais sustentável, é essencial estar atenta a esses itens e buscar projetos e ações concretas que os abordem. Isso se deve à capacidade colossal que a empresa tem de interferir nas condições mundiais, como é o caso do aquecimento global e suas consequências, que já são uma realidade.


Na área social, as condicionantes que giram em torno de temas como as condições de trabalho e o relacionamento com a comunidade, são peça chave para esse tópico. Além disso, transparência e responsabilidade são tópicos fundamentais no âmbito da governança corporativa.


Veja abaixo alguns itens das duas últimas letras que compõem a sigla ESG:


Social

  • Saúde e segurança no trabalho e do cliente

  • Oportunidade

  • Pobreza e impacto na comunidade

  • Treino e educação

Governança

  • Responsabilidade

  • Transparência e divulgação

  • Ética nos negócios

  • Estrutura de governança corporativa:

A pandemia foi um fator determinante para o crescimento da preocupação com o ESG nas corporações, isso por que além dos impactos devastadores na área da saúde, a economia também foi afetada negativamente, bem como os esforços da comunidade para o desenvolvimento sustentável.


Contudo a pandemia revelou a importância de práticas de sustentabilidade e responsabilidade social para a resiliência das empresas em tempos de crise. Empresas que já haviam adotado práticas de sustentabilidade antes da pandemia estavam melhor preparadas para lidar com as consequências da crise e podem ter tido melhor desempenho em termos financeiros e reputacionais.


Como os wetlands se conectam com cada uma dessas frentes?


Os wetlands construídos são sistemas naturais e baseados na natureza que tratam águas, efluentes e lodos utilizando reações físicas e biológicas para remover poluentes e melhorar a qualidade do material tratado.


Essa é uma tecnologia cada vez mais utilizada em todo o mundo como uma alternativa mais sustentável e econômica para o tratamento de efluentes, especialmente em áreas onde a disponibilidade de água é limitada e a demanda por soluções ambientalmente responsáveis é crescente.


A relação entre ESG e wetlands construídos está no fato de que esses sistemas podem contribuir significativamente para a melhoria dos indicadores ambientais de empresas e organizações, bem como para a sua reputação e desempenho socioambiental.


Assim, os wetlands se conectam perfeitamente com o conceito ESG. Veja:


AMBIENTAL


1) Emissão nula de GEE e de consumo de energia elétrica

Ao contrário de outros sistemas de tratamento de efluentes, os wetlands construídos absorvem uma parcela do carbono disponível na atmosfera. Isso porque a vegetação e os microrganismos existentes no sistema utilizam o composto para alimentação, assim a emissão de GEE e poluentes da atmosfera é considerada nula! Além disso, o baixo consumo de energia elétrica torna os wetlands construídos uma opção financeiramente viável para os proprietários e operadores desses sistemas.


2) Gestão inteligente dos subprodutos

Outra grande vantagem das ETE Wetlands é a conversão de lodos de esgoto em composto orgânico por processos passivos! Nossos sistemas permitem a eliminação de todas as estruturas de desaguamento mecanizado e garantem independência de aterros sanitários. Isso porque o lodo fica retido na superfície do leito, com taxa de acumulação de 1 a 2 cm ao ano, e é mineralizado e digerido ao longo da operação do sistema.


O intervalo de remoção do lodo mineralizado pode ocorrer a cada 5 ou 10 anos, eliminando as rotinas intensivas e dispendiosas de manejo de lodo (a maioria das ETE demanda descartes de lodo contínuo, semanal ou quinzenal). Após removido, o material, já estabilizado e higienizado, pode ser destinado para fins agrícolas e/ou recuperação de áreas degradadas sem necessidade de nenhum tipo de beneficiamento. Clique aqui e confira como é esse aspecto nas UGL Wetlands: https://www.wetlands.com.br/ugl-wetlands-tratamento-de-lodos


3) Integração paisagística e bom relacionamento com a biodiversidade

Os sistemas wetlands construídos são uma tecnologia que permite a integração com a paisagem e com outros ecossistemas. Por exemplo: se você tem uma indústria ou mineradora e quer construir uma ETE utilizando os wetlands, esses sistemas podem estar localizados próximo a uma área verde, mata ciliar, área de preservação ou até mesmo no interior do empreendimento de maneira que eles atraiam a fauna local e criem um ponto de contemplação, seja humana ou mesmo associado aos ambientes naturais permitindo uma transição entre o sistema de tratamento e o ambiente natural.


Os wetlands de grande escala, como os wetlands de repotabilização e renaturalização de efluentes ou mesmo os wetlands para tratamento de grandes vazões, são os sistemas com maior potencial de atração de fauna. Em Oman, os wetlands se tornaram pontos de chegada de centenas de espécies de aves migratórias, além de peixes que se encontram no sistema!


4) Reuso do efluente final

Quando necessário, os wetlands também podem ser planejados com o objetivo do reuso do efluente final, ou ainda, podem ser utilizados como uma etapa de polimento adicional no processo de tratamento de efluentes!


Veja um case projetado pela nossa equipe onde os wetlands foram utilizados para essa finalidade:https://www.wetlands.com.br/projects-2/ete-wetlands-nova-lima-%7C-efluentes-saniários


Portanto, os wetlands estão em perfeita sinergia com a esfera ambiental!


Ao adotar sistemas de tratamento de efluentes que utilizam tecnologias mais sustentáveis e de baixo impacto ambiental, as empresas podem demonstrar seu compromisso com a gestão responsável dos recursos naturais e com a redução de sua pegada ambiental.


SOCIAL


5) Segurança no trabalho

A simplicidade operacional e de manutenção dos wetlands resulta em maior segurança para os operadores, uma vez que eles não precisam manusear equipamentos perigosos (mecanizados e/ou de alta tensão), nem trabalhar em altura, espaço confinado ou risco de explosão e intoxicação por gás sulfídrico. Além disso, não há aspersão de aerossóis, o que também garante maior segurança para as pessoas que frequentam o ambiente onde a ETE está localizada.

Além disso, o operador não tem contato com o efluente, uma vez que a alimentação do leito é feita por meio da rede hidráulica e a única função do agente é abri-la. Essa abordagem promove a questão da higiene ocupacional nos wetlands, já que o operador trabalha limpo!


6) Educação e oportunidade

Os wetlands construídos por apresentarem bom relacionamento com a população, são sistemas que fomentam o engajamento social das diversas instâncias. Essa tecnologia motiva as pessoas a se manterem engajadas na missão de tratar os esgotos, é um processo que além da vantagem estética, entrega resultados tanto do ponto de vista econômico quanto do técnico-operacional e ambiental. Assim, podem funcionar como área de convivência e de educação ambiental, bem como área de estudo para diversos campos de pesquisa!


7) Impacto na comunidade do entorno

Outro tópico importante que fomenta a ligação dos wetlands com a frente social é a harmonia paisagística fornecida por essa tecnologia. Os sistemas wetlands construídos são uma das únicas tecnologias de tratamento de efluentes passiva e biológica que permitem uma interação harmoniosa com as áreas e comunidades do entorno. A presença da vegetação no sistema e a ausência de odores, ruídos e aspectos visualmente desagradáveis transformam a percepção dos usuários em relação ao tratamento dos esgotos e contribuem para a formação de uma cultura de educação ambiental.


GOVERNANÇA


8) Clareza e confiança dos dados

Embora a excelência do tratamento seja facilmente perceptível nos wetlands, é fundamental um monitoramento adequado para garantir a eficiência e o desempenho, como em qualquer tipo de estação de tratamento de efluentes.


Ao longo dos anos, a tecnologia wetlands construídos vem sendo avaliada por diversos pesquisadores e profissionais da área e os resultados demonstram o elevado desempenho e confiabilidade da técnica. Um exemplo de um grande trabalho: a equipe do Dr. Pascal Molle, um dos maiores pesquisadores do mundo na área de wetlands construídos, avaliou em um banco de dados de 30 anos o desempenho de 3.500 sistemas wetlands construídos implantados em pequenas comunidades na França, os resultados demonstraram a confiabilidade e versatilidade da tecnologia, veja: Conheça as eficiências de desempenho dos wetlands através de 3 relevantes publicações científicas


9) Instrumento de gestão e governança ambiental

A tecnologia wetlands construídos pode ajudar a melhorar a gestão ambiental de uma empresa ou organização, uma vez que trata os efluentes de forma sustentável e em conformidade com as normas ambientais.

Além disso, a adoção de tecnologias sustentáveis como os wetlands pode ser um sinal para investidores, stakeholders e reguladores de que a empresa está comprometida com a sustentabilidade e a governança ambiental.


Por fim, os sistemas wetlands construídos podem ter um impacto positivo na governança social, já que podem melhorar as condições sanitárias das comunidades do entorno e ajudar a promover a educação ambiental. Ao adotar tecnologias sustentáveis e promover a responsabilidade social, as empresas podem melhorar sua reputação e atrair investidores e parceiros comprometidos com a governança e a sustentabilidade.


10) Tecnologia revolucionária e que está sempre nas esferas mais altas de sustentabilidade

Dados os fatos citados e todo o arcabouço que envolve a tecnologia wetlands construídos, esses sistemas têm o potencial de revolucionar o saneamento de maneira limpa e simples.

Nossa empresa oferece um catálogo amplo de serviços, desde estudos de concepção e viabilidade técnica até a operação assistida, sempre escolhendo de forma transparente a melhor opção tecnológica para cada demanda.

Visite o nosso portfólio: https://www.wetlands.com.br/projetos



Para saber mais…


Os critérios ESG fazem parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) e precisam ser atingidos até no máximo 2030! Veja nesse artigo desenvolvido pela nossa equipe como os sistemas wetlands construídos atendem a cada um dos ODS: https://www.wetlands.com.br/post/wetlands-construídos-e-os-ods-o-futuro-do-saneamento


Estar em sintonia com os ODS e critérios ESG pode trazer benefícios para a empresa, uma vez que é mais fácil obter linhas de crédito e financiamento. Atualmente, existem diversas organizações financiadoras que filtram potenciais clientes por meio de investimentos que atendam a critérios ambientais, sociais e de governança


E então? Você ainda tem alguma dúvida de que os wetlands são uma tecnologia essencial para moldar um futuro mais sustentável? Clique aqui e entre em contato com a gente!

Equipe Wetlands Construídos

Faça parte do futuro




202 visualizações0 comentário

Komentáře


bottom of page